No barco de Gil Eanes

Pedro Miguel Santos, nº 22 e Luis Rafael, nº 16, 5º E

Pedro Miguel Santos, nº 22 e Luis Rafael, nº 16, 5º E

Hoje de manhã acordámos bem cedo para embarcarmos no barco de Gil Eanes.
Quando embarcámos sentimos alguns receios porque podíamos ser engolidos pelos monstros que nos descreveram os marinheiros.
Gil Eanes mandou um marujo limpar o convés e, de repente, ele caiu ao mar. No posto de vigia o marinheiro gritava:
– Homem ao mar, homem ao mar!
E toda a tripulação descontrolada, a andar de um lado para o outro e o comandante mandou lançar uma escada de corda para o salvar.
Surgiu um nevoeiro terrível e ninguém conseguia ver nada, nem lá em cima o vigilante. Este teve a impressão de vislumbrar um monstro no meio daquele nevoeiro em que não se via nada de nada.
Finalmente terra firme, e como prova de que a vida continuava, Gil Eanes colheu uma rosa e levou-a ao rei como prova que tinha dobrado o Cabo Bojador.
Felizmente chegamos em segurança, Gil Eanes ficou surpreendido por não ter visto nenhum monstro e não ter encalhado.
Foi uma viagem inesquecível!

Trabalho realizado por:

Ana Cláudia Alves Albuquerque Nº2

Ana Sofia de Sousa Soares Nº3, 5ºE

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: