Restauração da Independência

É o primeiro dia do mês de Dezembro de 1640 e estou aqui no Paço da Ribeira, em Lisboa.
Ao bater das nove horas da manhã, os 40 “ Conjurados “, todos fortes e decididos, invadiram o Palácio Real. Vinham armados e nos seus rostos via-se o desejo de, rapidamente, resolverem aquela situação.
Chegados ao Palácio, os revoltosos saíram das suas carruagens, em passo apressado e decidido, e invadiram o palácio.
Apanharam os soldados da rainha desprevenidos e acabaram por capturar a Duquesa de Mântua. Não encontraram o seu secretário, que se tinha escondido num armário. Porém, ao ouvirem um barulho abriram o armário e depararam com o secretário. Este teve o castigo merecido e foi atirado pela janela.
Pouco depois, D. Miguel de Almeida assomou às varandas do palácio gritando: “ Liberdade, Portugueses! Viva El-Rei !”
O povo, ouvindo a sua voz, apresentou-se no Terreiro.

Trabalho realizado por: Carlos Sousa, nº 7, 6º F

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: