Camponês por um dia… no séc. XIII

Sou camponês, vivo numa pequena casa feita de pedra, coberta de colmo. No sítio onde vivo, as casas e os terrenos em volta pertencem a um fidalgo nobre. Trabalho de sol a sol, desde que nasce até que se põe. As pequenas terras que eu cultivo são do meu senhor e por isso sou obrigado a pagar-lhe uma renda e a dividir com ele parte do que produzem as minhas vinhas, os meus olivais, as minhas hortas… Os animais também são do senhor que me emprestou uns maravedis para os comprar na feira. Sempre que vendo os bois ou os porcos, tenho de entregar os lucros ao senhor, quase não fico com nada…

O que me dá mais prazer é trabalhar a terra, cuidar das árvores e tratar dos animais. O que me entristece é eu trabalhar tanto e no final das colheitas ter de dividir a produção com o meu senhor que, além de nada fazer, não tem despesas com o cultivo.

 

Ricardo Styrov, 5º E

Estamos no século XIII, sou uma camponesa.

Hoje, eu e todos os outros camponeses temos de pagar impostos. É o que mais me desagrada, porque temos de pagar com alguma coisa que tenhamos, se não tivermos dinheiro.

Neste dia tenho de ir tratar das oliveiras, cultivar trigo, cereais, produtos diversos e trabalhar na terra do Senhor. Ainda terei de produzir azeite, farinha e vinho. Se não conseguir fazer todas essas tarefas, ainda hoje, terei de pagar mais um imposto.

Mas como já não tenho muito dinheiro, terei de pagar com uma parte do que produzi.

Agrada-me mais a pouca comida, que sobra, assim podemos comer, ou enganar o estômago.

Assim é um dia na minha vida, sempre a trabalhar e muito cansativo.

Lara Almeida, 5º C

 

 

A minha vida quotidiana de camponês

Eu sou camponês e vivo num senhorio. 
Trabalho muitas horas, de sol a sol, e de forma muito dura. 
Do que produzo, uma grande parte é entregue ao senhor, como renda. 
Devo ainda prestar ao senhor outros serviços, como a reparação das muralhas do castelo, e outros impostos, como os que devo pela utilização do moinho, do forno e do lagar.

Vivo em aldeias próximo do castelo do senhor.
Moro numa casa pequena, de madeira ou pedra, com chão de terra batida e telhado de colmo.
A minha casa tem apenas uma divisão.
A base da minha alimentação é pão, vinho, legumes, ovos, toucinho, queijo… Peixe e carne só muito raramente, geralmente em dias de festa.
O meu vestuário é simples, em tecidos grosseiros, fiados em casa.

Rodrigo Lopes, 5ºD

 

Sou camponês e vivo na terra do meu senhor.

Trabalho muito e pago muitos impostos. Tenho uma vida má e a minha casa parece uma barraca e chove lá dentro. Não como quase nada, só uma côdea de pão e vinho e não é sempre.

Acho mal que os camponeses como eu paguem impostos, porque fartamo-nos de trabalhar para os outros e não temos tempo para descansar porque levanto-me cedo e deito-me tarde passando o dia a trabalhar.

Gonçalo Silva, 5º E

 

 

Sou um camponês vivo perto dos senhorios. Trabalho muitas horas na agricultura, de sol a sol, e de forma muito dura. Parte do que produzo é para pagar ao senhor, como renda. Também faço outros serviços como a reparação de muralhas dos castelos.

O que mais me desagrada neste trabalho, é que tenho que me levantar muito cedo. Mas também não gosto nas horas de mais calor.

A minha mãe cozinha os alimentos na lareira que acende com lenha do mato. É também junto ao lume, que como e durmo, sobre palha.

Eu como pão que é feito à base do trigo, cevada, centeio e milho-miúdo, mas também como legumes, ovos, queijo e nas festas comia carne. Todos estes alimentos estão guardados numa arca.    O que eu gosto mais é das festas religiosas, Natal e Páscoa e das feiras.

Pedro Gomes -5ºE nº12

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: