Se fosse um homem das cavernas

Se eu fosse um homem das cavernas não vivia numa casa de tijolos e cimento, com muitas divisões e nem me deslocava de carro. A minha casa seria uma gruta com o chão forrado de palha ou peles para dormir quentinho. Eu vivia em grupo, homens, mulheres e crianças todos juntos. As ferramentas que teríamos seriam lanças para caçar e pescar. Não saberia cultivar as terras e teria de me deslocar para procurar comida. As roupas seriam feitas com as peles dos animais que caçávamos e com folhas secas. Quando alguém adoecesse não haveria médico, nem medicamentos e nem máquinas para fazer exames. Viveríamos sem tecnologia mas mais em sintonia com a natureza. O sol e as estrelas seriam o nosso relógio. A caverna o nosso refúgio e abrigo. A nossa comunidade dar-nos-ia proteção e apoio quando estivéssemos feridos. Como somos nómadas, quando tínhamos de mudar de lugar não precisávamos de construir outra casa, era só procurar outra caverna ou montar tendas.

Sérgio Tavares, n.º 20 do 5ºB

Categories: Primeiros Povos, Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: